TERMINOLOGIAS PARA ESTUDO DE MANCHAS DE SANGUE

  • Acúmulo por gotejamento. Mancha que resulta de um líquido que goteja em outro líquido, sendo que pelo menos um destes líquidos é sangue;

  • Acúmulo por Volume em Queda Livre (VQL). É a mancha criada pela queda de um maior volume de sangue. Quando forma muitos espinhos é também denominada splash;

  • Ângulo de impacto. Ângulo (alfa) pelo qual uma determinada gota de sangue impacta em uma determinada superfície;

  • Ângulo direcional. Ou ângulo rotacional. É o ângulo (gama) entre a linha que corta a mancha em seu eixo de comprimento em uma determinada linha de referência na superfície.

  • Área de convergência. O espaço dimensional pelo qual as direções das manchas de impacto podem ser cruzadas de modo a determinar a localização do impacto;

  • Área de origem. É o espaço tridimensional pela qual a trajetória das gotas de sangue que formaram o perfil podem ser utilizadas para determinar a localização do impacto.

  • Backspatter. Perfil de mancha de sangue gerado por gotas de sangue que podem ser produzidas durante a lesão de entrada de um projétil;

  • PMS. Iniciais que identificam os dizeres Perfis (ou Padrões) de Manchas de Sangue;

  • Coágulo. Massa gelatinosa formada por um complexo mecanismo de coagulação envolvendo células vermelhas, plaquetas, fibrogênio e outros fatores de coagulação;

  • Mancha de perímetro. Ou efeito esqueletização. Mancha de sangue alterada que consiste em bordas integras e área central parcialmente ou totalmente removida;

  • Efeito neblina. Perfil de manchas de sangue resultantes de sangue em formato de spray de micro gotículas devido a uma dada força aplicada;

  • Energia de impacto. É a energia com que determinado volume de sangue atinge uma determinada superfície;

  • Gota de acompanhamento. É uma pequena gota de sangue produzida como subproduto de uma gota de sangue durante sua formação;

  • Gota de sangue. É um elemento unitário de volume de sangue com formato semiesférico ou esférico, que se encontra em formação próximo a fonte de sangue ou em trajetória no ar;

  • Gotejamento em trilha. Perfil de manchas de sangue resultantes do movimento da fonte de manchas gotejadas entre dois pontos;

  • Mancha de acúmulo. Manchas ocasionadas pelo acúmulo de sangue. Podem ser do tipo sangue sobre sangue, poça ou saturação.

  • Mancha alterada. Mancha com características de ocorrência de mudanças físicas devido alguma ação externa. Usualmente é ocasionada por contato, sombra, diluição ou insetos, embora não esteja limitada a estas três formas de alteração somente;

  • Mancha de inseto. Manchas de sangue resultante de alteração por atividades de insetos;

  • Mancha de contato. Manchas ocasionadas pelo contato de uma superfície contendo sangue com outra superfície. Podem ser do tipo transferidas ou alteradas por contato;

  • Mancha diluída. Mancha de sangue alterada por diluição de algum fluido;

  • Mancha esfregada ou mancha arrastada. Mancha de sangue alterada com movimentação lateral pelo contato de uma outra superfície;

  • Mancha gotejada. Ou mancha de gotejamento. Mancha de sangue formada por gotas de sangue que foram dissociadas da fonte de sangue devido principalmente à força gravitacional;

  • Mancha transferida com arraste. Ou mancha passada. Mancha ocasionada por movimentação lateral de uma superfície contendo sangue sobre outra superfície;

  • Mancha principal. Mancha de sangue da qual manchas satélites são originadas;

  • Mancha de sangue. Depósito de sangue em uma dada superfície;

  • Mancha sangue sobre sangue. Manchas de acúmulo ocasionadas quando sangue na forma de gotas ou volumes maiores fazem uma trajetória que atinge uma superfície que já continha sangue. São divididas em acúmulo por gotejamento ou acúmulo por Volume em Queda Livre-VQL;

  • Mancha satélite. Mancha de sangue de menor magnitude decorrente de uma perturbação fluidodinâmica na mancha principal;

  • Mancha de saturação.  Mancha de sangue resultante do acúmulo de sangue em uma superfície absorvente;

  • Mancha transferida. Mancha ocasionada em uma superfície devido ao contato de uma outra superfície contendo sangue;

  • Mancha poça. Mancha de sangue resultante do acúmulo de sangue sobre uma superfície;

  • Manchas spatters. Manchas de sangue geradas por gotas de sangue que foram dissociadas da fonte de sangue devido a uma força adicional à força gravitacional. Podem ser no formato de salpicos ou de projeção;

  • Mecanismo de geração. É a forma como acontece o desprendimento do sangue de sua fonte original ocasionando, assim, mancha (s) de sangue com formato, distribuição e tamanhos característicos;

  • Perfil de cast-off. Ou Perfil de lançamento. Perfil de manchas de sangue resultantes de gotas de sangue que se destacam de um objeto devido seu movimento;

  • Perfil de cast-off “de parada”. Ou perfil de interrupção. Perfil de manchas de sangue resultantes de gotas de sangue que se destacam de um objeto devido a sua rápida desaceleração;

  • Mancha de escorrimento. Mancha de sangue resultante do movimento de um volume de sangue em uma superfície devido a força da gravidade ou ao movimento desta superfície;

  • Perfil de expiração. Perfil de mancha de sangue resultante de gotas de sangue expelidas pelo impacto do ar proveniente de vias respiratórias ou de alguma lesão;

  • Perfil de impacto. Perfil de manchas de sangue resultantes do impacto de um objeto (ou ar) sobre sangue líquido.

  • Perfil de mancha de sangue. Um conjunto de manchas de sangue que indicam pela forma, ordem e distribuição a maneira pela qual o perfil se formou;

  • Perfil de projeção. Perfil de mancha de sangue resultante de volume de sangue ejetado sob pressão;

  • Sombra. Ausência de mancha (s) de sangue (s) em determinada superfície decorrente de um obstáculo não mais posicionado nesta superfície;

  • Transferência de forma. É quando uma superfície contendo sangue entra em contato com outra superfície deixando nesta última sua forma integral ou parcial

Fonte: extraído do livro “Perfis de Manchas de Sangue- Do local de crime à elaboração do laudo” de Antonio A. Canelas Neto, ed. Lura, 2017 e da ASB Thecnical Report 033/2017 da American Academy of Forensic Sciences.

Data: 26/10/2020.   

Modificação No. 06.

© 2023 by Coach.Corp. Proudly created with Wix.com